Segunda-feira, 28 de Julho de 2008

Nas salas do castelo abandonado

Nas salas do castelo abandonado

Eu vagueio eternamente pelas suas paredes

Sou o fantasma do rei que aqui viveu

Já não me lembro da minha história

Se penso nela nada aparece

O passado desapareceu
 
Não sei o que sou
Não sei quem sou

Posso ser um sonho

Posso ser real

Só sei uma coisa

Eu para mim existo

E para sempre irei vaguear nestas paredes

Pois não sei o que é o meu passado

 

publicado por ppovoa1 às 17:01

link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Azoriana a 16 de Agosto de 2008 às 14:28
Vive, amigo, vive! O passado não volta só serve para melhorar o presente e o futuro.

Continua que estás escrevendo como sempre: Bem!

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Quero sussurrar

...

...

...

...

...

...

...

...

...

arquivos

links

blogs SAPO

subscrever feeds