Sábado, 1 de Novembro de 2008

Na luz me encontro

 

Na luz me encontro
Olho para trás e vejo um corredor longo
Ao longo das suas paredes imagens passam como se fosse a vida
Vejo astros que passam á minha volta
A lua que toco com os meus pés descalços
Olho para baixo e vejo a Terra
Com aquele azul que a envolve
Ao fundo um corpo inerte no meio de tantos outros que andam de um lado para o outro
Sinto-me a descer, a ir em direcção a esse corpo
Entro nele e sei nessa altura que é o meu corpo
Sei que eu era a alma que foi vaguear no infinito
Que foi procurar a razão para o coração bater
Para sair da escuridão que era a minha vida
Encontrei essa razão, saí dessa escuridão?
Não sei, mas sei que vi algo bonito, algo diferente, algo que me fez pensar
Fez-me pensar se a vida é algo tão precioso que valha a pena o sofrimento
E que valha a pena fazer sentir as pessoas bem com a ajuda que se pode dar
Penso que vale a pena pela felicidade que se fica por se poder ajudar, e por isso continuo com a minha vida, mesmo que tenha escuridão e mesmo que esteja sempre a procurar uma razão para o coração bater
Sou vida num corpo que deixou de ser inerte
 
Blue Heaven
publicado por ppovoa1 às 13:38

link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim

pesquisar

 

Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Quero sussurrar

...

...

...

...

...

...

...

...

...

arquivos

links

Selo do Blog

Frases e Poemas

Código do selo



(Use Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)


Adicionem-me ao vosso mail

Fui Destaque no Azoriana Blog
Destaque na
Leitura do dia
blogs SAPO

subscrever feeds