Segunda-feira, 7 de Julho de 2008

A concha

Na praia um concha salta do mar para a areia
Alguém vê essa concha e a pega volta a atirá-la ao mar
Mas a concha salta de novo para a areia
A pessoa pergunta, porque saltas ó concha?
Não gostas de pelo mundo passear nesse vasto universo que é o mar?
E a concha responde num tom que nem é triste nem é alegre
Do meu mundo já tudo conheço, os perigos e as coisas boas, e quero um novo mundo conhecer
E a pessoa ao ouvir isto diz à concha, queres sair de um mundo de perigos e coisas boas para outro mundo que tem o mesmo?
Concha, o mundo mais precioso é o nosso mundo, aquele que criamos, aquele que nos dá vontade de viver
Se não tivermos o nosso mundo, apenas nos estamos a deixar levar pelo que existe e nunca saberemos o que é realmente viver.
Então a concha diz, joga-me de novo para o mar, vou viver o meu mundo no mundo onde fui criado.
E a concha voltou para o seu mundo, e nesse mundo quem sabe o que lhe aconteceu, mas pelo menos seguiu a sua vida.

publicado por ppovoa1 às 23:59

link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim

pesquisar

 

Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Quero sussurrar

...

...

...

...

...

...

...

...

...

arquivos

links

Selo do Blog

Frases e Poemas

Código do selo



(Use Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)


Adicionem-me ao vosso mail

Fui Destaque no Azoriana Blog
Destaque na
Leitura do dia
blogs SAPO

subscrever feeds