Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2008

Procura de uma razão

A dor que ele finge
A que deveras sente
É a dor do amor
Aquela sempre presente

 

Lêem as suas palavras
E nelas encontram beleza
Beleza naquela dor
A dor que sente com firmeza

E neste comboio de corda
Que é o seu coração
Tudo gira à roda
Da procura de uma razão

publicado por ppovoa1 às 11:44

link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Azoriana a 29 de Janeiro de 2008 às 22:12
Confesso-te que tinha saudades dos teus poemas, das tuas inspirações. Sempre que aqui vinha ficava a olhar o tempo parado. Hoje fico feliz por teres regressado ao sítio que ancora a tua alma poética.

A tua dor destemida
Na corda bamba da vida
Merece o olhar de amiga
E por seres como és
Neste mundo de lés-a-lés
Ofereço-te esta cantiga.

Cobre-me a inspiração
Fruto preso ao coração
Que conheces muito bem
Para ti neste momento
Um elogio ao talento
Do teu coração também.

Hoje, mais que uma vez
Senti por mim, talvez,
Cada sextilha que faço,
Agarro o tom que é da ilha
No lilás cor maravilha
Que coloco neste abraço.

Um abraço fica aqui
Ele é todo para ti
Ancorado à amizade
Que sejas muito feliz
Foi o que eu sempre quis
Pró amigo de verdade.

Pelo nosso Carnaval
Salutar e especial
Fica atento à cantoria
Se quiseres participar
Comigo podes cantar
Em qualquer parte do dia.

Adeus que me vou embora
A saudade ainda mora
Nestes meus lados ilhéus
Estou feliz como convém
Pese embora se provém
Algum cinzento nos céus.

Nesta moda a cantar
Para sempre a rimar
No tom da minha maresia
Aproveito a ocasião
Qu'os dedos da minha mão
Dançam com mais alegria.

Alegria por saber
Que ainda te posso ler
Com pensamento profundo
«Frases e poemas» são
Tua força e inspiração
Que navega neste mundo.

Abraços
De Anónimo a 2 de Maio de 2008 às 17:26

É escritor?

Quer ver a sua obra publicada?

Somos o seu melhor parceiro… contacte-nos e envie-nos a sua obra!


Só precisamos de si, para que em conjunto possamos crescer!


A PAPIRO EDITORA trata o livro em todas as fases da sua produção e ainda faz a distribuição pelas livrarias parceiras, nomeadamente, Fnac, Bertrand, Almedina, Byblos, Bulhosa e outras de reconhecido destaque nacional, para além de editar com a chancela prestigiante de uma editora.
A nossa linha editorial abrange o romance, o conto, a ficção científica, o ensaio, a crónica, o teatro, a poesia, a literatura infanto-juvenil e ainda livros técnicos.
Por isso, envie-nos a sua obra. Seremos breves na sua análise!

Estamos à sua espera!

Salomé Guerreiro
Coordenadora editorial
salome.guerreiro@papiroeditora.com
Papiro Editora
Tel: 218 931 620
Fax: 218 931 629
Av: D. João II, Lt 1.02.2.2A 1º Esq
Parque das Nações
1990-091 Lisboa

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Quero sussurrar

...

...

...

...

...

...

...

...

...

arquivos

links

Selo do Blog

Frases e Poemas

Código do selo



(Use Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)


Adicionem-me ao vosso mail

Fui Destaque no Azoriana Blog
Destaque na
Leitura do dia
blogs SAPO

subscrever feeds