Quinta-feira, 15 de Julho de 2004

O Jantar

foi aquela noite
aconteceu como magia
o céu se abriu
e vi uma rapariga

não vi de onde saiu
pensei que do céu tivesse descido
olhei para ela
e apenas vi um sorriso

que sorriso tão lindo
que forma de encantar
apenas aquela maravilha
que me fez deliciar

cheguei pertinho e perguntei
conheces este lugar
ao qual ela respondeu
não, mas me podias mostrar

e eu assim aceitei
e a cidade fui mostrar
até que ficou noitinha
e a convidei a jantar

ela não sabia bem o que era isso
e me confessou que era uma anjinha
mas aceitou um gesto generoso
e juntou a sua mão à minha

jantámos e conversámos
num restaurante calmo e agradável
acabámos e saimos
e ela me agradeceu por ser uma pessoa tão afável

levei-a de volta ao lugar
onde o céu se abriu
ela voltou a subir
e para mim sorriu

e me disse antes de desaparecer
sem nada me pedir em troca
me fizes-te enternecer
e com um gesto carinhoso
me fizes-te algo perceber

e eu encantado apenas perguntei
e o que ficas-te a perceber?
e ela me disse
que no mundo ainda existem pessoas
que um belo coração conseguem ter
e que com vontade fazem tudo
para que neste mundo
todas as pessoas saibam que a felicidade devem merecer

Blue Heaven
publicado por ppovoa1 às 16:15

link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De sandra a 18 de Julho de 2004 às 01:03
fazes bem em elogiar quem amas!É tão bom amar e ser amado, é tão bom que nos deêm atenção!Acho que fazes a Rosália muito feliz, e espero que esse vosso amor seja eterno!Beijinhos!
De Lara a 15 de Julho de 2004 às 21:57
Mas que linda dedicatória amigo. Compreendo a alegria da Rosália perfeitamente. Beijos para os dois e que sejam muito felizes :)
De Tiago a 15 de Julho de 2004 às 20:59
Muito bom. Gostei :) . Só fiquei triste por ela desaparecer. N há esperanças para dps nascer algo desse jantar? :) . Afinal ela gostou eheh. Abraços.
De maat7 a 15 de Julho de 2004 às 17:44
tu fizeste com que um raio de sol entrasse por toda a Terra.
obrigada, amigo.



um beijo para a pessoa maravilhosa que deves ser.
De Roslia a 15 de Julho de 2004 às 16:38
Terno poeta, nem eu conseguiria reproduzir de forma mais fiel a torrente de carinhos e carícias que trocámos em torno de um jantar agradável, num ambiente ameno e tão adequado, pois as tuas palavras e expressões por certo suplantam as que eu utilizaria. Ao ler estas linhas, apetece-me que ontem seja hoje, que as horas avancem e estejamos de novo juntos, só eu e tu, naquela sala iluminada onde tu eras a única presença. Apetece-me brincar novamente, fazer-te esperar a resposta que já adivinharas (como poderia ser outra que não sim?) e saborear cada instante como se fosse único no espaço e no tempo. Agora, aqui sentada à secretária, abençoo o engano daquela em cujo consultório deveria estar a esta hora, pois sem ele não sentiria tanto enlevo nem tão grande emoção. Amo-te com todo o meu coração e ainda que, muitas vezes, o que ficou para trás de ti e de nós me atormente, este é um sentimento que cresce dentro de mim a cada dia que passa, que me faz querer ser uma pessoa melhor, com algo mais para dar, de forma a ser digna e merecedora de alguém que possui a mais bela alma e os melhores sentimentos que alguma vez deixaram transparecer ao pé de mim. Amo-te pela tua alma de poeta, pelo teu corpo de homem e pelo conjunto de ambos que fazem de ti a pessoa maravilhosa que és, ontem, hoje e sempre! Beijos doces...

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Quero sussurrar

...

...

...

...

...

...

...

...

...

arquivos

links

Selo do Blog

Frases e Poemas

Código do selo



(Use Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)


Adicionem-me ao vosso mail

Fui Destaque no Azoriana Blog
Destaque na
Leitura do dia
blogs SAPO

subscrever feeds