Quinta-feira, 26 de Agosto de 2004

Na penumbra da noite

Na penumbra da noite
Num oceano sem ondular
Se houve ele a pedir
Uma beleza para encantar

Uma silhueta se aproxima
Na sua àgua vai entrar
O oceano a toca com carinho
E faz o seu cabelo ondular

Com o silencio o mar diz
Sê bem vinda neste reino
E um golfinho aparece
Sorrindo como se fosse o primeiro

A silhueta se aproxima
No golfinho passa a tocar
O transforma num marinheiro
Que a silhueta fica a admirar

O oceano então pergunta
Mas quem vens tu a ser
E a silhueta responde
Sou tudo e nada, e sempre o que pode ser

E nisto a silhueta desaparece
E o marinheiro ao oceano passa a falar
Esta silhueta é a esperança
De que tudo podemos alcançar


Blue Heaven
publicado por ppovoa1 às 00:08

link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Monalisa a 26 de Agosto de 2004 às 16:23
A tal esperança que nos leva a seguir em frente...Beijinho, Paulo.
De Silvia a 26 de Agosto de 2004 às 14:02
Tens poesia mutio bonita, és tu que a escreves? se sim parabéns. Eu também ando a tentar expressar-me por poesia, se gostares visita o meu blog http://sentimentoanonimo.blogs.sapo.pt espero a tua visita e o teu comentário :]
De ridufa a 26 de Agosto de 2004 às 13:52
E a esperança toca-nos os sentidos, mesmo que não queiramos, mesmo sem ter sido convidada... e deixamo-la entrar... ;) Bjs
De Estrela do mar a 26 de Agosto de 2004 às 13:29
Bem, estava a ver que ainda não era desta que aqui entrava...RRRR. Tão bonitos estes versos Paulo, onde não podemos encarar a vida sem esperança. Gostei muito.
Deixo-te um beijo.
De Roslia a 26 de Agosto de 2004 às 12:06
Meu terno e doce amor,
como é belo o teu cantar,
é terno e doce como o mel,
quente e molhado como as ondas do mar. Amo-te hoje e sempre,
o teu corpo ao meu quero encostar,
sentir a beleza do momento,
o carinho do teu tocar.
Posso muitas vezes não dizer,
mas não é por querer magoar,
amo-te muito e quero,
para sempre ao teu lado ficar.

Meu amor, os teus poemas iluminam os meus dias e as tuas palavras dão-me vontade de continuar hoje e sempre ao teu lado, pois são também o reflexo das tuas acções. Sou uma sortuda por ter uma pessoa como tua ao meu lado. Fazes-me mais feliz o que alguma vez pensei poder ser ou julguei sequer merecer...Amo-te muito D. Quixote... Beijos da tua Dulcineia.
De aaviador a 26 de Agosto de 2004 às 11:35
Realmente o mar inspira e parece que é profícuo na produção de poemas. Não deixes de visitar o mau blog em http://poesiaemfolhassoltas.blogs.sapo.pt/ pois lá também encontras poesia minha (e não só) sobre o amor.
Beijinhos e gostei muito do teu blog.
De Maria Branco a 26 de Agosto de 2004 às 11:14
A esperança aliada à força de vontade tudo consegue, tudo supera... Muitos beijinhos
De Patricia a 26 de Agosto de 2004 às 01:48
Enfim,consigo deixar comentários.rs.
Lindo poema....tudo pode se transformar a um simples toque...basta querer.
beijos

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Quero sussurrar

...

...

...

...

...

...

...

...

...

arquivos

links

Selo do Blog

Frases e Poemas

Código do selo



(Use Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)


Adicionem-me ao vosso mail

Fui Destaque no Azoriana Blog
Destaque na
Leitura do dia
blogs SAPO

subscrever feeds