Quinta-feira, 25 de Novembro de 2004

Depois do silencio

Sempre me disseram que eu sou silencioso
Que nada falo, que nada exprimo
Mas com o silêncio se exprime muita coisa
Se exprime a atenção
Se exprime sentimento
Se exprime vontades
Uma das grandes qualidades de uma pessoa é saber usar o silêmcio
E saber quando o deve quebrar.
O silêncio expressa o inexprimível
Quantas vezes se usa o silêncio para se mostrar o amor
Não se fala, mas se age, com gestos de carinho como carícias na face
Como um olhar que diz tudo o que se pensa
Como o beijo que exprime o desejo
O silêncio não é algo mau, é sim algo bom, algo que muitas pessoas deveriam saber usar para não fazerem mal quando falam e dizem algo de que se arrependem depois.
Depois do silêncio, o que mais se aproxima da maneira de expressar o inexprimível é a musica.
Musica, essa arte que foi criada para quebrar o silencio da nossa alma, para podermos mostrar tudo o que vai dentro dela.
Cada musica expressa em nós algo que temos medo de exprimir ao mundo porque o mundo pode julgar, mas na musica não se julga, porque o mundo nela tudo exprime.

Blue Heaven
publicado por ppovoa1 às 11:25

link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De angelis a 2 de Dezembro de 2004 às 20:12
Belissimo texto sobre o silêncio...e esse mesmo silêncio pode ser tão revelador...pode-se dizer tanto sem dizer palavra...deixar o olhar, o gesto, a ternura e o amor falar.Gostei e em silêncio por aqui passarei mais vezes
De aflores a 30 de Novembro de 2004 às 08:19
Ás vezes dói o silêncio dos outros, mas não é desse silêncio que se fala aqui. Gostei e por aqui vou passando...em silêncio, em pausa e felicidade.
De Maria Branco a 26 de Novembro de 2004 às 22:05
As palavras que se dizem no silêncio de um olhar apaixonado... Tantas, ouvem-se em doces melodias.. Que nos fazem vibrar!!! Belo,querido amigo! Um beijo grande aos dois! Desejo-vos um fim de semana muito feliz!
De Blueyes40 a 26 de Novembro de 2004 às 01:17
No teu silêncio está a música de todos os sonhos... Sejam felizes! Beijinhos
De sandra a 25 de Novembro de 2004 às 13:05
Olá Paulo!Já há muito que não vinha ao teu blog...peço desculpa...mas o tempo tem sido pouco ou quase nenhum, tenho mais uma paixão na vida que já tinha mas que agora voltei a começar!
Gostei deste teu poema,concordo perfeitamente contigo, temos de saber usar o silencio quando preciso, e temos de o quebrar quando necessario, pois a melhor maneira de nao sermos censurados é assim, sabendo ouvir e calar!
Beijinhos e vai-me visitando!
De Roslia a 25 de Novembro de 2004 às 11:33
Meu amor,
Como é bela a música com que o silêncio do teu amor preenche a minha vida, tanto pela melodia como (muito mais) pelos actos e gestos através dos quais me fazes sentir a mais bela e feliz das mulheres. És poeta, músico e, acima de tudo, um grande, grande homem, com um coração lindo e infinito, repleto dos mais belos sentimentos. Amo-te muito meu amor... hoje e sempre, cada vez mais a cada dia que passa!

Amo-te D. Quixote,
Meu eterno cavaleiro andante
Que resgatas-te esta Dulcineia
De um destino deveras errante!
Amo-te meu amor...
Beijos doces
De Milena a 19 de Setembro de 2008 às 17:28
Esse texto me mostrou o outro lado
pois só conseguia ver o lado negativo
tinha uma tese...o silêncio diante do sofrimento alheio é covardia! mais vendo esse texto vi tbm
que as veses é melhor calar do que ferir!

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Quero sussurrar

...

...

...

...

...

...

...

...

...

arquivos

links

Selo do Blog

Frases e Poemas

Código do selo



(Use Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)


Adicionem-me ao vosso mail

Fui Destaque no Azoriana Blog
Destaque na
Leitura do dia
blogs SAPO

subscrever feeds