Quinta-feira, 12 de Maio de 2005

o meu casamento

há dois anos que estou junto com a mulher que amo
o primeiro foi cheio de felicidade, com algumas tristezas pelo caminho mas sempre a arranjar maneira de encontrarmos a felicidade.
mas este segundo ano tem sido muitas tristezas, muitas zangas e poucos momentos de felicidade, muito poucos.
não estou preparado para o casamento e tenho medo que se tivermos uma criança na nossa vida se ela não vai ficar afectada por isto.
eu amo a mulher com quem estou, mas tanta tristeza e tanta zanga também me afecta.
é apenas um desabafo

Blue Heaven
publicado por ppovoa1 às 11:14

link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Raphael a 29 de Abril de 2007 às 13:55
OLa nao desiste tb vou me casar para o ano tenho a minhas duvidas mas sei k a amo e kero tar com ela apesar disso por isso luto por ela k tb passei por isso e nao me arrenpendi luta pelo k acreditas sao estao destinados a tar junto vai resolver-se com o tempo.força
De ^Erina^ a 21 de Junho de 2005 às 15:59
Paulinho!!!!! o Rui Quintas está cheio de razão!!
De Estrela do mar a 19 de Maio de 2005 às 13:21
...@miguinho...logo que comecei aos pouquinhos a comentar alguns blogs...senti uma enorme vontade de continuar com o meu...e assim fiz...

Um beijinho*.

De Estrela do mar a 17 de Maio de 2005 às 12:50
...amigo paulo...este teu post foca um assunto muito delicado...mas acho que fizeste bem desabafar...e sinceramente amigo...para bem dos dois, penso que casar no momento em que as coisas estão no ponto em que relatas...talvez não seja boa ideia...e ter um filho pior ainda...mas como deves saber, a vida a dois tem altos e baixos...mas se se amam...porque não analisar em conjunto o que poderá estar a acontecer?...nada melhor que um diálogo compreensivo...e tentar ir ao encontro do outro...porque cada um de nós não muda a sua ssência...mas pode limar determinadas arestas...que às vezes só precisam de um simples toque, para o puzzle encaixar na perfeicção...é claro que de vez enquando as peças teimam em soltar-se...mas o amor, a compreensão, a tolerãncia, a cumplicidade,etc...faz com que depois tudo volte ao normal...se pensarmos bem que o universo não é estático, percebemos ainda melhor tudo o que se depara à nossa volta...pensa nisso...e nada de precipitações...mas sim de sentar junto do outro e não recear abordar seja o que for...tá?...


Andava com saudades dos blogs amigos...por isso vim até aqui visitar-te...e ainda bem que o fiz já...pelo menos espero contribuir para algo de positivo.

Beijinhos aos dois.
De aflores a 17 de Maio de 2005 às 09:06
Mas o amor é mesmo isso, ou melhor, também é isso. Temos momentos bons, outros menos bons e ainda outros cheios de dúvidas. Costumo dizer que o amor é uma flor rara (em vias de extinção) que necessita de imensos cuidados. Eu cuido da "minha flor" já lá vão 23 anos...tem sido um caminho nem sempre com curvas fáceis e com alguns obstáculos, mas, quando esse caminho é feito a dois,para o bom e para o pior, acabamos no final com um sorriso muito grande que nos dá sempre forças para prosseguir.
De Rui Quintas a 13 de Maio de 2005 às 13:41
Ora bem. Já falámos ontem, mas é melhor eu comentar aqui no teu blog aquilo que te disse para q as pessoas não fiquem com a idéia errada do que realmente se está a passar. Vamos então analisar o texto: "mas este segundo ano tem sido muitas tristezas, muitas zangas e poucos momentos de felicidade, muito poucos.". Acompanhei-vos aos dois durante os dois anos e não acho que tenha sido assim tão mau. "é apenas um desabafo". Pois. Mas um desabafo, faz-se a UMA pessoa. Antes de mais nada, essa pessoa até deverias falar primeiro com a tua mulher antes de vir aqui para a Net pôr em hasta pública os vossos problemas.É algo q tens de resolver com ela e não colocar onde qualquer "tótó" pode saber desses problemas. Voltemos aquilo que falámos ontem. O Amor ( que tu gostas tanto de exaltar nos teus poemas) não é uma sequência interminável de momentos felizes. è sofrimento, é cedências de ambas as partes ( será que as fazes, será que sacrificas o teu bem-estar pela tua cara-metade?, é uma luta constante para manter algo. O amor (e a amizade também)não é um cliché meloso que se envia por mail para alguém (que às vezes não se conhece pessoalmente e que se esconde atrás de um monitor e de um nickname). O Amor é sacrifício!!!
Acorda para o mundo real e "desliga-te"do mundo "virtual" antes que seja tarde demais ou então quando olhares à tua volta não terás amigos. Apenas nicks num monitor. E começa a pensar se "as tristezas e as zangas" nãio serão causadas pelas tuas atitudes...
Um verdadeiro amigo não é aquele que passa horas a falar na Net e que concorda com tudo o que dizes. è sim, aqiuele que te chama à razão quando é necessário.
Sem mais, despeço-me com amizade.
Rui Quintas

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Quero sussurrar

...

...

...

...

...

...

...

...

...

arquivos

links

Selo do Blog

Frases e Poemas

Código do selo



(Use Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)


Adicionem-me ao vosso mail

Fui Destaque no Azoriana Blog
Destaque na
Leitura do dia
blogs SAPO

subscrever feeds