Sexta-feira, 17 de Junho de 2005

A rosa selvagem

A rosa selvagem
ao sol se foi queixar
e pediu com bons modos
para ele não lhe tocar

ele então chamou a nuvem
que sombra veio fazer
e a rosa disse com jeitinho
eu preciso é de beber

e o sol a nuvem espremeu
e a chuva começou a cair
a rosa bebeu a àgua
e ficou a sorrir

e é assim que é a nossa vida, coisas boas e coisas más, mas que juntas fazem-nos crescer


Blue Heaven
publicado por ppovoa1 às 10:08

link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De ^Erina^ a 21 de Junho de 2005 às 16:10
Tão lindo!!!! quando crescer quero ser como tu!!!!!!!!!
De Maria do Cu a 17 de Junho de 2005 às 22:50
Um poema com sentido rimatório. Está bonito! Continue, cumprimentos.
De aflores a 17 de Junho de 2005 às 11:05
Lindo e sábias palavras. Bom fim de semana.
De Blueyes41 a 17 de Junho de 2005 às 10:42
Mas que bonito! É poema e conto, é realidade embelezada com o sonho ou vice-versa. Na realidade era bom que a chuva, hoje e por mais dias, não rondasse as nossas festas Sanjoaninas. Começam hoje as mais lindas Festas. Não querem vir cá? Beijinhos

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Quero sussurrar

...

...

...

...

...

...

...

...

...

arquivos

links

Selo do Blog

Frases e Poemas

Código do selo



(Use Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)


Adicionem-me ao vosso mail

Fui Destaque no Azoriana Blog
Destaque na
Leitura do dia
blogs SAPO

subscrever feeds