Segunda-feira, 31 de Agosto de 2009

Doce Loucura

 

Um dia uma voz de poeta
Escreveu uma poesia que não se consegui proferir
Pois era feito de algo mais forte
Sentimentos que só se podiam sentir
..
E então pegou nessa poesia
E dedicou a alguém em especial
E essa pessoa só podia ser uma
E tu és a tal
..
Tu és como a sereia
Que passeia no mar
E eu o homem no leme
Que passa a noite a te ouvir a cantar
..
Não me puxas para o oceano
Mas me puxas para ti
Dando um doce beijo
E que para mim sorri
..
És a lua que brilha
E fazes a noite melhor passar
És o farol que me guia
Para a ti sempre encontrar
..
Tu és a tal
Aquela que me faz tudo sentir
E um dia quem sabe
Ao teu lado vou dormir
 
Blue Heaven
publicado por ppovoa1 às 11:41

link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Rafael Castellar das Neves a 2 de Setembro de 2009 às 23:14
Gostei muito, principalmente da parte em não conseguir proferir o próprio poema. Há pouco tive a oportunidade de proferir um de meus textos, mesmo nunca tê-lo lidos em alta voz e quase não consegui terminar: pelo nervosismo e pelo encontro terrível das emoções que senti quando o escrevera!

Abraço,

Rafael
De carla a 27 de Setembro de 2009 às 22:51
Gostei mto deste poema... Parabéns...
Gosto mto de faróis e estava a fazer uma pequena pesquisa, n pude deixar de comentar...

Tocaram-m particularmente as 2 ultimas quadras... Parabéns...

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Quero sussurrar

...

...

...

...

...

...

...

...

...

arquivos

links

Selo do Blog

Frases e Poemas

Código do selo



(Use Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)


Adicionem-me ao vosso mail

Fui Destaque no Azoriana Blog
Destaque na
Leitura do dia
blogs SAPO

subscrever feeds